DSC_4426

Cinema sobre Rodas

Funcionários da Zagonel aprendem a se prevenir de doenças do trabalho

A ação contou com a apresentação de dois filmes e orientações de um profissional Lajeado – Cerca de 70 funcionários de duas obras da Construtora Zagonel passaram por uma experiência diferente, nesta segunda-feira. Durante meia-hora, eles aprenderam a se prevenir de doenças causadas pelo trabalho.  O mais inusitado é que esse conhecimento foi passado através de uma espécie de cinema, trazido até Lajeado dentro de um reboque.

A ação, intitulada de Cinema sobre Rodas, é uma iniciativa do Sesi RS, dentro do programa Segurança e Saúde no Trabalho (SST). Desta vez, ela foi realizada em alusão ao Dia Mundial de Combate a Lesão por Esforço Repetitivo (LER) e Doenças Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho (Dort), comemorado no último domingo (28).

O engenheiro de Segurança do Sesi de Lajeado, Evandro Bratti, explica que a entidade se engajou na causa devido a extensão destes problemas. “Hoje, estes dois distúrbios são os principais responsáveis pelo afastamento de trabalhadores, a nível mundial. Por isso resolvemos tratar do tema e lutar por uma melhora deste quadro.”

Após se inscrever, há cerca de um ano, a Zagonel foi uma das beneficiadas com a iniciativa. “Acredito que a ação contribuirá muito para evitar estas doenças, comuns na construção civil pelo carregamento de peso e outras atividades. Visamos a melhora da qualidade de vida do trabalhador”, enfatiza a gerente de processos da construtora, Elisete Delavald. Em dois filmes, os funcionários foram informados acerca da importância de algumas atividades preventivas, como alongamentos, ginástica laboral, melhora da postura, bem como acerca do cuidado que devem ter no transporte de pesos e movimentos repetitivos.

Posteriormente, um profissional técnico passou as instruções práticas das atividades. O pedreiro Loreno Dauernheimer (57) participou ativamente do evento, realizado no canteiro de obras do Residencial do Parque, agora em fase de conclusão. Com 34 anos de empresa, ele ainda desconhecia algumas técnicas passadas pelo Sesi. “Nunca tive doenças deste tipo, mas vou começar a me cuidar mais”, afirmou.

  • 01
  • 02
  • DSC_4431
  • DSC_4434
  • DSC_4436
  • DSC_4449
  • DSC_4453
  • DSC_4454
  • DSC_4457
  • DSC_4459
  • DSC_4469
  • DSC_4481
  • DSC_4484
  • DSC_4511
  • DSC_4514
  • DSC_4515
  • DSC_4519

 

 

 

 

 

 

Compartilhe: